Pesquisar no Blog
Pet idoso que tá desanimado e quietinho
Alimentação Cuidados Para Tutores

Pet idoso que tá desanimado e quietinho. O que fazer?

Pet idoso que tá desanimado e quietinho. O que fazer?

Pet idoso que tá desanimado e quietinho? A vida de um cachorro na idade mais madura é bem diferente da vida de um filhote ou adulto. Eles são sim mais quietinhos e nem todos gostam mais daquela agitação toda. Mas, assim como nós, cada um é de um jeito. Por isso, é muito importante que você, como um bom tutor, conheça bem o peludo e fique atento às mudanças de comportamento.

Se o seu cão não costuma ser tão quieto e ultimamente está mais desanimado, pode ser um sinal de que algo não vai bem. Antes de pensar em algum problema sério de saúde é fundamental que você repare bem para identificar se alguns sinais clínicos estão ocorrendo para, então, procurar a ajuda do médico veterinário.

Sinais que podem ser importantes:

  • Falta de apetite;
  • Excesso de urina ou se ele passa muito tempo sem urinar;
  • Excesso de ingestão hídrica;
  • Cansaço fácil;
  • Dor ao ser tocado;
  • Falta de vontade de beber água;
  • Diarreia ou ausência de produção de fezes;
  • Sangue nas fezes ou na urina;
  • Vômitos;
  • Intolerância ao exercício, como resistir a ir passear, entre outros.

Muitos outros sinais podem indicar que a saúde do pet não vai bem e é somente prestando atenção nos hábitos do cão que você poderá notar quando houver alguma mudança. Aos primeiros sinais, recomendamos que procure um veterinário para se certificar do que pode estar acontecendo com o pet. Não deixe de procurar o especialista pois a saúde dos idosos pode ser ainda mais delicada.

Cuidados com o pet idoso

É normal que a partir de certa idade, os cães fiquem mais quietos. Afinal, a idade chega para todos. Mesmo assim, alguns cuidados são fundamentais para que o pet idoso tenha uma vida saudável. Listamos alguns deles para você:

Alimentação

A mudança na dieta do pet deve começar na transição da idade adulta para a sênior. Isso significa que o cachorro mais velho precisa de uma alimentação especial. Essa mudança tem como objetivo ajudar a retardar o início dos sinais de envelhecimento e garantir a boa nutrição nesta nova fase da vida. Entre as opções disponíveis no mercado estão as rações seniores e a alimentação natural (AN).

Qualquer que seja a opção, consulte um veterinário para fazer a mudança da melhor maneira possível para o cão.

Atividade física 

O cão idoso precisa sim praticar atividades físicas e os passeios devem ser diários. No entanto, o tempo de passeio vai depender da energia que ele tem. A dica é respeitar os limites do peludo. Se ele estiver cansado, nada de sair arrastando ele por aí. 

Check-ups

Um dos mais importantes cuidados deve ser com a saúde do cão idoso. Para isso, você vai precisar levá-lo mais vezes no ano para o acompanhamento veterinário. Se ele possuir alguma doença crônica, o veterinário poderá orientar a melhor forma de controle e tratamento, bem como indicar quantas vezes você terá que retornar com o peludo para o check-up.

Superalimentos 

Uma importante aliada para cães idosos ou convalescentes que precisam de um reforço muscular é a beterraba (beta vulgaris). Este superalimento é composto por açúcares, sais minerais e vitaminas, essencial para fornecer aquele vigor extra que o seu peludo precisa, além de fortalecer o sistema imunológico, auxiliando no combate de enfermidades.

Para oferecer este superalimento, experimente a fórmula pronta Vigor, da Botica Pets. Sem conservantes e preparada especialmente para cachorros, fornece a quantidade ideal do alimento para o seu pet ficar mais saudável. Saiba mais, aqui.

Água 

Controle o quanto de água que o seu peludo consome por dia. Beber mais ou menos água do que o normal podem ser sintomas de doenças. Por isso, você precisa estar atento a quantidade diária que o seu pet consome de água normalmente. 

Monitore o xixi e o cocô 

Pode não parecer tarefa fácil, mas só de verificar a quantidade, o odor e a coloração da urina e das fezes do pet, você pode “desconfiar” de que há algo errado com o peludo. 

Gostou das dicas? Então não deixe de ler sobre os superalimentos presentes nas fórmulas prontas da Botica Pets.

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário