Pesquisar no Blog
Medo de barulhos: seu pet ainda passa por isso?
Ansiedade Comportamento Dicas

Medo de barulhos: seu pet ainda passa por isso?

Medo de barulhos: seu pet ainda passa por isso?

O que acontece com o seu cachorro quando ele ouve um barulho? Muitos cães têm verdadeiro horror aos barulhos de trovão, fogos de artifício, rojões, campainha, toque de celular e música alta. Se o coração do seu cão dispara – E QUASE PARA – diante dessas situações, você deve saber como ajudar o pet com medo de barulho!

Acalmar um cachorro com medo de barulho não é fácil. Os motivos que levam ao cão entrar em desespero podem ser muitos. Um dos mais comuns é quando ocorre a exposição traumática quando o pet ainda é filhote. O medo de barulho também pode ser desencadeado na fase adulta, quando o cachorro passa por uma situação intensa ou que está sozinho.

Como um bom tutor, você pode tomar algumas atitudes para ajudar o seu cão. Veja algumas dicas!

Cachorro com medo de fogos de artifício e rojões

Esse é um dos problemas mais comuns em algumas épocas do ano como as festas juninas e o ano novo. Uma dica é ir acostumando o pet com barulhos altos (seja da TV, música, etc).

Utilize o seu celular para reproduzir barulhos diversos (como o de fogos de artifício explodindo). Comece bem baixinho e sempre que colocar para tocar, faça festa com o pet. Vale dar carinho e até um petisco. Aos poucos, vá aumentando o som gradativamente, até que fique alto ou próximo da situação real. Se o pet sentir medo, volte a abaixar o volume e comece de novo. O que dá certo é ter persistência.

Pânico de barulho do trovão

Em dias de chuva, o ideal é manter o cão em um lugar seguro (sem vidros, janelas abertas) e não tentar prendê-lo na coleira. Se puder, fique ao lado dele. Caso contrário, deixe o peludo em um ambiente com objetos que o confortem como a caminha, os brinquedos e até uma roupa que tenha o seu cheiro.

Cachorro assustado com campainha ou música alta

Os ouvidos dos cachorros são mais sensíveis que os nossos – eles escutam muito melhor do que a gente e muitos deles costumam ficar agitados e assustados quando os barulhos começam. Contar com um adestrador para realizar um treinamento de dessensibilização ao barulho pode ser uma forma eficaz de fazer o pet se sentir seguro nessas situações.

Em todas as ocasiões em que o pet possa ter medo ou ficar ansioso, oferecer um cuidado natural pode ajudar muito. Um deles é a Passiflora, a planta do maracujá. Enquanto muitas pessoas pensam que é a fruta que ajuda a acalmar, é a partir da folha que obtemos os benefícios que auxiliam no tratamento dos sintomas como ansiedade, medo, agitação, entre outros.

A qualidade terapêutica do maracujá é potencializada quando concentrada em suplementos, que contém os compostos bioativos (a parte mais “interessante”) em doses terapêuticas ideais para os pets.

-> Veja aqui o depoimento da tutora do Zion, que sofria de ansiedade!

Em comprimidos, pó ou palitos, o Suplemento Maracujá, da Botica Pets, pode ser encontrado em nossa loja virtual.

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário