Pesquisar no Blog
viagem com o pet
Ansiedade Cuidados Dicas Para Tutores

Viagem com o pet: o que preciso levar?

Viagem com o pet

Se você vai viajar com o seu pet nas férias de julho é importante ter alguns cuidados com a saúde e o bem-estar do peludo. O que levar na mala de cães e gatos é uma dúvida que muitos tutores têm. Pensando nisso, a equipe da Botica Pets preparou um check-list para você que vai levar o pet na viagem e precisa saber tudo sobre o tema.

Confira a seguir as nossas dicas para fazer uma boa viagem com o pet!

O que levar na mala de cães e gatos

Não se esqueça de levar tudo o que o peludo vai precisar. Itens indispensáveis:

  • Caminha e cobertores para o frio;
  • Coleira (com identificação do pet, nome e telefone do tutor para emergência) e guia de passeio;
  • Alimento que ele consome e petiscos;
  • Potes de água e comida;
  • Tapete higiênico ou jornal para as necessidades do cão. No caso do gato, a caixinha de areia;
  • Medicamentos que ele toma;
  • Brinquedos preferidos;
  • Carteirinha de vacinação e vermifugação que comprove que estes cuidados estão em dia
  • Contato do veterinário para qualquer emergência. Se for muito longe de casa, vale a pena pesquisar e anotar endereço e telefone de uma clínica veterinária próxima.

Também é preciso ficar atento a alguns cuidados dependendo da região que você for viajar, a fim de saber melhor se existe algum tipo de doença comum no local que possa afetar o cão. Para isso, sempre vale ter a orientação do veterinário sobre o tema para que sejam tomadas providências para a prevenção do pet.

Como transportar cachorro e o gato no automóvel

Em viagens de carro, os cachorros devem ficar dentro de caixas de transporte e usar o cinto de segurança adaptado. Já os gatos devem ser transportados dentro da casinha de transporte. Neste caso, não é apenas a proteção do seu melhor amigo que está em jogo, mas a sua também. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, transportar animais no banco da frente, à esquerda do motorista ou entre os braços e pernas é considerado infração média e pode gerar multa.

As paradas para o xixi do pet devem ser bem planejadas e, caso o seu amigão faça somente no tapete higiênico, não deixe de levar algumas unidades. Planeje pausas a cada duas horas. Fazer paradas regulares é importante para o animal se hidratar, se movimentar e fazer suas necessidades. Além disso, tenha à mão sempre uma garrafa de água e pote para que o pet possa beber água na parada.

Cuidados extras com o pet

O cão ou gato que tem medo de andar de carro ou que fica estressado precisa de cuidados extras. É importante oferecer um calmante natural para que ele possa relaxar. A Botica Pets, por meio de suas fórmulas prontas, oferece esse e outros benefícios para o seu cão ou gato.

Basicamente, são suplementos nutracêuticos que possuem, de forma concentrada, compostos bioativos provenientes de alimentos como o maracujá, por exemplo. Mas porque então oferecer uma fórmula pronta para o pet?

Ah! Então, a qualidade terapêutica do alimento funcional é potencializada quando concentrada em suplementos, pois as doses excedem a capacidade que qualquer pet poderia consumir se comesse apenas o alimento.

A fórmula Maracujá, da Botica Pets, foi elaborada para auxiliar em momentos como esses, auxiliando no controle da agitação excessiva e da ansiedade dos pets. O extrato de alcachofra e a levedura de cerveja são associadas ao maracujá (que possui propriedades sedativas, antiespasmódicas e ansiolíticas). Todo o conforto que seu precisa, de uma forma natural. Vendido em forma de palitos, comprimidos ou pó.

Converse com uma das veterinárias da Botica Pets para entender melhor os benefícios, clique aqui.

Como transportar o pet no avião

No caso dos pets que vão viajar de avião, é preciso preparar todos os documentos necessários com muita antecedência. . Acesse o site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, para saber mais.

Também fique atento aos documentos que são pedidos pela companhia aérea e pelo país de destino. Algumas companhias têm regras bem rígidas e valores altos para o transporte. Confira:

No entanto, antes de resolver embarcar com o pet, não deixe de avaliar se realmente vale a pena levá-lo. O estresse que alguns cães e gatos sofrem para realizar a viagem, pode não valer a pena. Avalie se não é o caso de deixá-los em um hotelzinho ou com uma pessoa conhecida.

Aqui temos algumas dicas para ajudar você a decidir se deve ou não levar o pet na viagem de avião.

Gostou das dicas? Então não deixe de compartilhar com os amigos!

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário