Pesquisar no Blog
Problema de pele em cachorros o que você precisa saber
Cuidados Imunidade

Problema de pele em cachorros: o que você precisa saber!

Você sabia que as doenças de pele, como dermatite canina, representam mais da metade dos atendimentos de clínicas veterinárias? Além de serem muito comuns, elas chamam a atenção por causa dos sintomas, que causam muito incômodo aos cachorros.

A dermatite canina é uma inflamação da pele, podendo ocorrer sintomas como vermelhidão da pele, coceira, descamação de pele, queda de pelos, opacidade dos pelos, inflamação dos ouvidos (otite).

Cachorro com dermatite: de quem é a culpa?

Existem várias causas que podem levar ao desenvolvimento de uma dermatite canina. O mais comum é o cachorro com alergia, que apresenta sintomas como otite recorrente e lambedura de patas. Outras causas são doenças parasitárias (sarna canina, por exemplo) e os problemas de pele causados por outras enfermidades como doenças hormonais (hipotireoidismo, hiperadrenocorticismo) e infecções bacterianas (piodermite canina).

Conheça algumas das doenças de pele mais comuns nos cachorros:

Dermatite Alérgica à Picada de Ectoparasitas (DAPE): essa dermatite canina é um tipo de alergia causada pela picada de pulgas e carrapatos. Estes parasitas, ao picar o cachorro, depositam substâncias alergênicas na pele que causam coceira intensa. A prevenção deve ser feita com o uso de medicamentos específicos para erradicar pulgas e carrapatos do ambiente e proteger o cachorro.

Sarna demodécica: é causada por um ácaro, mas não transmissível de um cão para outro. Isso porque é uma doença genética e o seu desenvolvimento só acontece quando o cachorro está com a imunidade baixa. Os sinais são queda de pelos, feridas com formação de crostas e que deixam um cheiro forte. Não existe cura para a doença, mas o tratamento pode ser feito por meio de produtos para eliminar os ácaros e aumentar a imunidade do cão.

Sarna sarcóptica: também é causada por um ácaro, mas, neste caso, é transmissível para outros cachorros e humanos. Estes parasitas “cavam” a pele dos cachorros e depositam substâncias alergênicas, causando coceira, queda de pelos e formação de crostas. O remédio para sarna de cachorro deve ser um acaricida, ou seja, que elimina os ácaros, substância que muitas vezes já está presente nos medicamentos que matam pulgas e carrapatos, além de tratamento suporte.

Atopia: causa coceira intensa, lambedura das patas, otite, descamação da pele, queda de pelos, entre outros sintomas. O problema é que, na maioria das vezes, não se sabe quais são os motivos que levam os cães a desenvolver a atopia. Assim, o tratamento é, basicamente, entender e eliminar o causador da alergia de contato com o cão.

Dermatites psicogênicas: o comportamento que alguns cães tem em lamber a pata insistentemente pode ser um caso de dermatite psicogênica. O excesso de lambidas pode ser causado por uma dermatite alérgica ou por estresse.

Quer saber como ajudar o seu cão que tem problemas de pele de uma forma natural? Então não deixe de acompanhar o nosso blog!

Enquanto isso, confira esse conteúdo e descubra 5 dicas para cuidar melhor do seu cão.

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário