Pesquisar no Blog
Cachorro pode comer chocolate na Páscoa
Alimentação Cuidados Dicas

Cachorro pode comer chocolate na Páscoa?

Tem tutor que a-do-ra compartilhar a comida com pet. Mas alguns dos nossos alimentos podem fazer muito mal aos cães. Com a Páscoa se aproximando surge aquela pergunta: Cachorro pode comer chocolate na Páscoa? A resposta é clara: Não pode! Então, o que fazer quando o cachorro fica de olho no seu ovo de páscoa e pede um pedacinho?

Não dar mesmo! O chocolate é um alimento que pode fazer muito mal ao cão. Entenda porque não pode dar chocolate para cachorro!

Por que o cachorro não pode comer chocolate?

Para aqueles que não sabem, o chocolate possui uma substância chamada “teobromina” que pode intoxicar o pet, provocar crises alérgicas, aumento da pressão arterial, taquicardia, arritmia, tremores, convulsões e até morte.

Todo chocolate contém a substância e a intoxicação vai depender do tamanho do cão, da quantidade de chocolate ingerida e do tipo de chocolate (quanto mais escuro, mais tóxico ele será).

Segundo dados do site Cachorro Verde, da Dra. Sylvia Angélico, alguns chocolates podem ser mais tóxicos que outros:

Chocolate branco: por conter pouquíssimo cacau, apresenta baixos teores de teobromina, sendo o menos tóxico dos chocolates. Mesmo assim não deve ser oferecido, uma vez que é rico em açúcar e gorduras.

Chocolate ao leite: 100 gramas apresentam 154 miligramas de teobromina. A dose fatal para um cão com 6 quilos seriam 350 gramas.

Chocolate meio amargo: 100 gramas contêm 528 miligramas de teobromina. A dose fatal para um cão com 6 quilos seriam 110 gramas.

Chocolate de culinária (aquele usado em bolos e ovos de páscoa caseiros): 100 gramas contêm 1.365 miligramas de teobromina. A dose fatal para um cão com 6 quilos seriam 35 gramas!

Resumindo: sim, chocolate mata cachorro!

O que fazer se o pet comer chocolate?

Se isso acontecer, trata-se de uma emergência médica. É importante procurar o veterinário para fazer uma avaliação do pet.

Não existe um medicamento específico para a intoxicação por chocolate, por isso, o tratamento deve ser de suporte para os sintomas apresentados. Os sintomas mais imediatos são: vômito, diarreia, beber muita água e urinar muito, arritmias cardíacas e convulsões.

Mas e o chocolate para cachorro?

Estes podem ser oferecidos como um petisco, mas sem exageros. No mercado você pode encontrar o chocolate para cachorro, feito com outros ingredientes, como a alfarroba, por exemplo.

A alfarroba é uma opção segura e nutritiva para o cachorro. Isso porque é rica em açúcares naturais e contém vitaminas e minerais (A, B1, B2, cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio). O mais importante é que não tem cafeína e teobromina, as duas substâncias tóxicas para cachorros que são encontradas no chocolate.

Receita de chocolate para cachorro!

Aqui vai uma receita de chocolate para você preparar para o seu melhor amigo na Páscoa! Atenção: antes de oferecer qualquer alimento fora da dieta do seu pet, consulte um veterinário!

Ingredientes:

100 g de alfarroba (pode ser encontrada em lojas de produtos naturais)

Forminha em formato de ovinhos

Modo de preparo:

  1. Corte 50 g da alfarroba em pedacinhos bem pequenos e coloque para derreter em “banho Maria”.
  2. Pique os 50 g de alfarroba restante e reserve.
  3. Misture a porção derretida com a restante e coloque em forminhas de ovinhos de Páscoa.
  4. Coloque na geladeira e retire somente quando endurecer.
  5. Prontinho! Pode oferecer ao pet!

Este petisco pode ser consumido na boa pelo seu melhor amigo! Boa Páscoa!

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário