Pesquisar no Blog
Clientes Cuidados Dicas Para Tutores Para Veterinários

Como manter as pulgas longe do pet: dicas práticas!

Você travou uma verdadeira guerra com as pulgas? Volta e meia o pet aparece se coçando sem parar, mesmo usando o ectoparasita com frequência? Então vocês podem estar passando por um problema de infestação de pulgas em casa. Para combater estes visitantes inconvenientes você vai precisar de ajuda!

Quer saber como manter as pulgas longe do seu cão? Leia as nossas dicas a seguir e saiba como resolver o problema de uma vez!

Visita ao veterinário

A primeira dica de todas é procurar a orientação de um veterinário. Isso porque, independentemente da quantidade de pulgas, os medicamentos precisam ser prescritos por um profissional – seja para o banho do pet, a aplicação na pele dele ou no ambiente. Produtos usados indevidamente podem acabar comprometendo ainda mais o tratamento do peludo. Por isso, não vale a pena arriscar.

Cuidado com o ambiente

Você sabia que as pulgas podem ficar até 9 meses no ambiente (em estado de pupa, uma espécie de hibernação) só esperando as condições ideais para sair do seu casulo? Sim, isso é um dos maiores problemas enfrentados quando há infestação no ambiente e significa que ela pode estar aguardando, nas frestas do piso, no cantinho do sofá, na casinha do cachorro (mesmo ele não estando lá). Por isso, é importante manter o ambiente limpo, de preferência com o uso do aspirador e com a aplicação de produtos que são capazes de matar as pulgas em qualquer estágio. Nos casos de grande infestação, vale a pena dedetizar a casa, fechar as frestas que elas podem se esconder, cortar a grama e o que mais for necessário para acabar com a infestação. Em resumo, não dá apenas para medicar o pet e achar que vai resolver todo o problema.

Prevenir a infestação

Os cuidados para que os parasitos não cheguem para ficar na sua casa são muito importantes. Até porque uma única pulga é capaz de colocar mais de 50 ovos por dia, o que torna o controle ainda mais complicado. Por isso, com o auxílio de um veterinário, escolha a melhor forma de proteger o seu pet das pulgas (spray, pipeta, coleira, comprimido mastigável e etc).

Problemas de pele e picada de pulgas: como resolver?

A coceira não é o único incômodo causado pelas pulgas nos cães. Alguns pets podem desenvolver outros problemas na pele como queda de pelo, descamação e até lesões pela coceira intensa. Essas alergias são resultado de uma reação imunológica causada pela saliva da pulga (que contém substâncias alergênicas) ao picar o pet.

Outro problema causado pela pulga é a transmissão de um verme. Quando um cão ingere uma pulga, ao lamber-se, por exemplo, pode desenvolver o Dipylidium caninum, verme que se aloja no sistema digestivo. Como uma tênia, este parasita pode causar coceira anal nos cães, diarréia, perda de peso e constipação. Além disso, podem acometer humanos sendo, portanto, uma zoonose.

Por isso, além do tratamento contra o ectoparasito, é muito importante manter a saúde da pelagem do cão. Para ter uma pelagem saudável é importante que o organismo do pet esteja em equilíbrio e com imunidade suficiente para combater doenças. Alguns alimentos têm a capacidade de modular o sistema imune, auxiliando na desintoxicação do organismo e das vias digestivas e contribuindo para o fortalecimento das defesas naturais dos pets.

Para isso, você pode contar com a ajuda da Fórmula Equilíbrio. Confira os ingredientes naturais presentes no suplemento e os benefícios para a pele do seu cão:

  • Contém cenoura, fonte de antioxidantes, vitamina A e carotenoides, que estimulam a reconstituição dos tecidos. Auxiliando no tratamento de dermatites, por exemplo.

  • A cinaropicrina, presente na alcachofra, possui ação anti-inflamatória, além de ser antimicrobiana e antifúngica.

  • A clorela, rica em clorofila, melhora a imunidade, promove a desintoxicação do organismo e estimula o crescimento e recuperação dos tecidos.

  • A acerola facilita a formação de colágeno, melhorando a cicatrização.

Gostou das dicas? Se quiser saber mais sobre a Fórmula Equilíbrio, clique aqui!

Para mais dicas sobre os cuidados com o seu pet, acesse nosso blog!

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário