Pesquisar no Blog
Clientes Comportamento Cuidados Dicas Para Tutores

Castrar ou não? 6 dúvidas sobre a castração em cães

Como tutor, você teve que tomar decisões que envolvem o bem-estar de seu pet, certo? Saiba que uma das dúvidas mais comuns dos donos de pets é se deve castrar ou não o peludo. Muitos veterinários são a favor do procedimento e existem motivos para isso.

De acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos pela Universidade de Geórgia, a expectativa de cães castrados é maior em relação aos que não são esterilizados. Dos animais avaliados no estudo, os cães machos não castrados chegaram a viver 7,9 anos, enquanto os que passaram pelo procedimento, atingiram 9,4 anos. A pesquisa acompanhou cerca de 40 mil cães, de 1984 a 2004.

Para os machos, a castração ajuda na prevenção de tumores de próstata e testículos. Nas fêmeas, contribui para prevenção das neoplasias mamárias que constituem 50% dos tumores em cadelas. Quando realizada antes do primeiro cio, a castração pode reduzir em 95% as chances do surgimento de tumores de mama na fase adulta, já que este tumor é hormônio-dependente (ou seja, se desenvolvem com o aumento do hormônio produzido pelo ovário).

Veja a seguir as principais dúvidas e soluções sobre a castração em cães!

 

1ª Dúvida: Castração precoce é melhor?

Como forma de prevenção aos tumores de mama nas fêmeas, é importante que a cadela seja castrada antes do primeiro cio, o que, segundo algumas pesquisas, evitaria em 95% as chances do surgimento de tumores. Após o primeiro cio, a probabilidade aumenta para 8% e após o segundo, 26%.

Nos machos, a orquiectomia (retirada dos testículos) também é recomendada desde cedo. O recomendado é castrar o quanto antes, mas, não há um limite de idade para castração. Realizar ou não a cirurgia só depende do estado de saúde do pet.

 

2ª Dúvida: Tem alto risco?

Toda cirurgia tem seus riscos e com a castração não é diferente.

As complicações estão geralmente relacionadas à experiência dos profissionais, estrutura da clínica e o estado de saúde geral do cão. Para evitar problemas, é preciso avaliar o animal e realizar exames pré-cirúrgicos. Outro cuidado a ser questionado ao profissional que irá realizar o procedimento é se a anestesia será feita e acompanhada por um anestesista veterinário. Esse profissional tem o papel de monitorar o animal durante toda a cirurgia.

 

3ª Dúvida: A recuperação é dolorosa e demorada?

Como qualquer procedimento cirúrgico, a castração provoca dor, mas, basta seguir a orientação do veterinário quanto ao uso de analgésicos e anti-inflamatórios que com a dosagem e o horário adequados para medicação, a recuperação será mais tranquila.

Para garantir a rápida recuperação, é importante a utilização das roupas pós-cirúrgicas e do colar elisabetano, afinal, a cicatrização causa coceira ou a sensação de “repuxar” da pele, o que faz com que os cães cocem e lambam, podendo arrancar os pontos. As roupas cirúrgicas também contribuem para a manutenção da higiene no local da cirurgia.

 

4ª Dúvida: Meu cão vai engordar?

Esta é uma das dúvidas mais frequentes dos tutores e, sim, o pet pode engordar. No entanto, isso não acontece por conta da castração, mas sim pelo fato de que o cão passa a ficar mais sedentário após o procedimento. Mas, ficar menos ativo é um processo que acontece naturalmente à medida em que o cão envelhece, o que pode ser solucionado quando se mantém atenção com a qualidade e a quantidade de alimentos oferecidos ao pet.

Dica: se o seu pet está acima do peso ou está começando a engordar, é recomendado equilibrar a dieta e utilizar a Fórmula FIT, da Botica Pets. Os benefícios são muitos: ajuda a reduzir o apetite do cão e a absorção de gorduras, além de acelerar o metabolismo. É natural e sem conservantes sintéticos, conheça aqui.

 

5ª Dúvida: A castração interfere no comportamento do cão?

Caso o cão seja castrado antes da puberdade, ele pode apresentar menor tendência a marcação de território. Também é comum que o tutor opte pela castração para diminuir a agressividade do animal e, muitas vezes, não há resultados efetivos para isso, afinal, este comportamento na maior parte das vezes é adquirido.

 

6ª Dúvida: Meu cão ficará triste se não procriar?

Não, seu cão não ficará triste, afinal, para ocorrer a reprodução é necessário que haja influência hormonal. Após a castração, esses instintos são inibidos no pet, por isso, ele não terá esta necessidade.

Quer saber quais os mitos que envolvem uma boa criação de cães? Confira nosso conteúdo!

 

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário