Pesquisar no Blog
Alimentação Ansiedade Clientes Comportamento Cuidados Dicas Para Tutores

Saiba o que você pode fazer para o seu pet viver mais

Nas últimas três décadas, o número de pets idosos, especificamente gatos e cachorros, cresceu no Brasil. Não existe um estudo que prove isto, mas sim o relato de vários profissionais e pesquisas isoladas de hospitais veterinários. O fato é que se antes um cão de pequeno porte vivia entre 9 e 10 anos, hoje muitos deles chegam aos 18 anos de forma saudável. Os de grande porte também ampliaram a expectativa de vida: de 7 para 13 anos. Já os felinos, mais comumente alcançam os 20 anos. E como isso é possível?

Muitos fatores podem justificar essa mudança. Há pouco tempo, o lugar de cachorro era no quintal. Eles comiam os restos de nossa comida e não frequentavam muito o veterinário. E isso mudou pelo simples fato de que a maioria dos tutores desenvolveu um importante vínculo emocional com os peludos, oferecendo muito mais do que somente uma boa alimentação, mas principalmente, cuidados preventivos com a saúde, um ambiente saudável, carinho e tudo o mais que eles possam precisar. Essa atenção toda, somada aos avanços da medicina veterinária, explica a vida mais longa de cães e gatos.

Se você é um tutor preocupado com a saúde e bem-estar do seu pet, não deixe de ler as dicas a seguir que, com certeza, irão ajudar o seu pet a viver mais e melhor!

Alimentação equilibrada

Uma dieta equilibrada é fundamental para o pet, seja por meio da alimentação natural ou ração. É importante oferecer ao pet uma refeição de acordo com a sua espécie, idade, porte (pequeno, médio ou grande) e a quantidade de exercícios que o pet pratica. Para manter seu pet bem nutrido e sem riscos de obesidade, é importante também controlar a quantidade de alimento que ele ingere por dia. Assim, comida à vontade não é ideal.

Muitos fazem cara de pena para ganhar um pedaço da sua comida, mas oferecer algo fora da dieta do peludo pode causar diversos problemas como a obesidade, por exemplo. Então, resista à cara de pidão do cão, pensando no seu bem-estar.

Cuidar da saúde preventivamente

Um dos mais importantes cuidados deve ser com a prevenção de doenças. O ideal é que os pets passem por consultas com o veterinário a cada seis meses. Isso ajudará a detectar e prevenir possíveis doenças. Também existem diversas enfermidades às quais os cães estão expostos todos os dias e a vacinação é a melhor forma de prevenção.

A escovação dos dentes também é um dos cuidados importantes para manter a higiene e a saúde do cão. A maioria dos pets não gosta, mas é fundamental para evitar o tártaro e as doenças periodontais, além do mau hálito, da salivação excessiva e da perda dos dentes.

A qualidade de vida do pet também irá depender muito dos cuidados preventivos oferecidos. Além dos citados acima, é muito importante oferecer um suplemento natural que ajuda na manutenção da saúde e do bem-estar, além de reduzir o aparecimento de doenças.

Alguns alimentos vão além de suas funções nutricionais básicas, contribuindo para a saúde dos pets. A Botica Pets reuniu 6 destes superalimentos em uma só fórmula natural, livre de conservantes, que é indicada por veterinários e certificada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA): Fórmula Vigor.

Os nutrientes presentes no composto beneficiam as células musculares e atuam como antioxidantes. O uso contínuo proporciona um melhor desempenho e condicionamento muscular, revigora animais enfraquecidos, estimula a atividade antienvelhecimento (ajuda a combater os efeitos provocados pelos radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento das células). Também melhora a circulação sanguínea e ajuda a manter níveis saudáveis de colesterol. Saiba sobre o produto aqui.

Castração

A maioria dos veterinários é super a favor da castração de machos e fêmeas, ainda na infância. A castração precoce tem diversas vantagens, dentre as quais a prevenção de tumores nos pets. As cadelas que são castradas antes do primeiro cio apresentam um risco menor de desenvolver o câncer de mama. Inclusive, este tipo de câncer é um dos mais frequentes em cadelas e gatas, chegando a representar mais da metade dos tumores diagnosticados nestas espécies.

Prevenção contra parasitas

Os cuidados para a prevenção de pulgas e carrapatos deve ser feito em todos os animais: os que vivem na cidade, no sítio, na casa de praia… Isso porque a infestação por esses parasitas pode ocorrer em qualquer ambiente e, muitas vezes, não é nem necessário que o pet saia de casa para isso. As pulgas e carrapatos podem vir, por exemplo, no sapato do tutor ou pela parede. Por isso, prevenir é sempre importante, já que os ectoparasitas podem transmitir doenças graves.

Um lugar para chamar de seu

O seu pet também precisa ter uma cama bem aconchegante para dormir. Uma coberta também é importante para os dias mais frios. Se o peludo dorme na área externa, procure mantê-lo em um local abrigado e dê a opção de uma casinha, caso ele queira se aquecer mais.

Vínculo emocional

Deixar para dar atenção ao cão somente quando tiver tempo pode fazer com que o seu pet se sinta muito sozinho. Isso porque quase nunca sobra horas no dia para fazer isso. Portanto, o importante é incluir o pet na sua rotina. Assim fica menos corrido para você e o peludo ganha atenção diversas vezes ao dia. Para isso, separe um tempo para realizar as atividades que o peludo gosta, como passear ou brincar.

Se o cão gosta de aprender comandos e truques, você pode ensinar o “senta”, “deita” e o “fica”. Estes são comandos básicos e que podem ajudar muito na educação do peludo.

Diversão

Para os pets que passam muito tempo sozinhos, manter um ambiente com diversas opções de brinquedos interativos é fundamental. Também é importante que o tutor ensine e estimule brincadeiras. Levar o pet para passeios desde cedo (após o fim do protocolo vacinal inicial) é muito bom para uma boa convivência e socialização. Além disso, o exercício físico ajuda a reduzir a ansiedade do pet.

Saiba mais sobre as vitaminas presentes nos alimentos e que beneficiam o seu cachorro!

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário